3 marcas brasileiras de sapatos veganos

Uma das coisas mais chatas de se achar, sendo vegana, é sapato de qualidade – já que muitas marcas usam couro de origem animal e até mesmo cola com gordura animal na composição. Quase sempre, essas informações não estão claras no produto, então ficamos sempre com o pé atrás. Pensando nisso, separei aqui três marcas que produzem apenas calçados veganos para vocês conhecerem!

Urban Flowers

850xN (1)

Eu morro de amores pela Urban Flowers, é cada sapato mais lindo do que o outro! São vários modelos super charmosos com glitter, lisos, coloridos ou neutros. Os que eu mais gosto são os modelos oxford, como esse da foto acima. Todas as peças são de produção própria, feitas à mão.

Mesmo os sapatos sendo super diferentes, acho os preços muito amigos, e sempre tem promoção por lá!

Site: www.urbanflowers.com.br

850xN (2)

Insecta Shoes

insecta37_lado

A Insecta Shoes tem uma proposta muito legal de reaproveitamento de material como peças de roupas usadas e garrafas de plástico na confecção dos seus sapatos. Cada pedacinho do sapato é pensado de forma ecológica.

insecta

insecta15_lado

Eles possuem uma super variedade de cores e estampas, além de sete modelos diferentes de sapatos. As peças são revestidas com espuma para aumentar o conforto. Me apaixonei por váarios modelos!

Site: www.insectashoes.com

Vegano Shoes

25

A Vegano Shoes é bem legal por possuir alguns modelos bem específicos como tênis de corrida, sapato social e sandálias com salto. Já comprei uma carteira lá, outro item chatinho de achar sem crueldade animal. Vale a pena dar uma conferida!

Site: https://www.veganoshoes.com.br/

06

Anúncios

Quem fez a minha roupa? #fashionrevolution

Post um pouco atrasado, mas eu não poderia deixar de falar um pouco sobre o Fashion Revolution Day. O movimento foi criado por um conselho global de líderes da indústria da moda sustentável que se uniram depois do desabamento do edifício Rana Plaza – que abrigava diversas fábricas de roupa –  em Bangladesh (local no dia 24 de abril de 2013 que deixou 1.133 mortos e 2.500 feridos.

De acordo com o site oficial, a campanha surgiu com o objetivo de aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto em todas as fases do processo de produção e consumo, mostrando ao mundo que a mudança é possível através da celebração dos envolvidos na criação de um futuro mais sustentável e criar conexões exigindo transparência.

quemfez

No Brasil, foram realizados eventos durante toda a semana, como seminários, palestras, campanhas nas redes sociais entre os dias 24 e 30 de abril. Estudantes de moda, por exemplo, se reuniram para discutir formas de inserir essa conscientização no meio em que atuam.

Muitas vezes nos deparamos com preços SUPER baratos em lojas da fast fashion (como a Forever 21), mas o custo disso pode ser a vida de alguém. São diversos casos de trabalho escravo encontrados em países como Índia, Turquia e China. No ano passado, por exemplo, foi denunciada na Turquia uma fábrica que abrigava refugiados da Síria, que trabalhavam em condições de escravidão e produziam roupas para lojas de departamento britânicas.

social_facebook_post_large

Recomendo muito o documentário The True Cost (O custo real), disponível da Netflix., dirigido por Andrew Morgan. O filme retrata a realidade da cadeia de produção das lojas de fast fashion: enquanto as empresas ficam BILIONÁRIAS, os trabalhadores das confecções em países pobres vivem sob condições precárias, recebendo quase nada.

É importante se informar e repensar a forma como consumimos. Investigar a origem das roupas que usamos, comprar menos, visitar brechós e comprar direto de quem faz são algumas das maneiras de praticar a moda consciente.

SAIBA MAIS:

Fashion Revolution Brasilhttps://www.facebook.com/fashionrevolution.brasil

http://fashionrevolution.org/

Modefica – http://www.modefica.com.br/

App Moda Livre – https://play.google.com/store/apps/details?id=br.org.reporterbrasil.modasemescravos&hl=pt_BR

https://itunes.apple.com/br/app/moda-livre/id768062605?mt=8

Minha entrevista com a Nuta do GWS – https://blogminhajanela.com/2016/12/01/conversando-sobre-slow-fashion-com-nuta-vasconcellos/

Slow Down Fashion – https://www.slowdownfashion.com.br/

Review Slow Living – http://reviewslowliving.com.br