5 Maneiras de praticar consumo consciente – VÍDEO

MVI_5212.00_00_00_22

Tem vídeo novo no canal! Falei um pouco sobre consumo consciente e como podemos ter um estilo de vida mais sustentável. Confira:

Anúncios

3 coisas para fazer antes que o ano acabe

Com o fim do ano chegando a gente começa a pensar nas coisas que podem melhorar em 2017. Apesar de gostar de pensar  em alguns objetivos para o ano novo, eu não curto muito fazer lista de resoluções porque acabo me frustrando quando não consigo realizar algo. Que tal então listar coisas para fazer agora, e assim já começar o ano bem?

e81a2a7f6156edeaadd03b4e8f88173d

1. Diminuir a quantidade de pertences

Roupas, sapatos, papéis, cosméticos… É impressionante como a gente consegue acumular objetos que não precisamos mais. Acho essa a época perfeita para dar uma geral em tudo, separar o que pode ser doado, reciclar embalagens vazias e diminuir a bagunça. Eu não sou muito sentimental nessas horas não: se eu não uso, não guardo (com exceção de livros), então para mim é bem fácil. A parte mais chatinha é organizar a papelada, verificar as notas fiscais, documentos e tudo o mais, mas é o tipo de coisa que vai facilitar muito o início do ano seguinte.

agenda

2. Comprar uma agenda

Também vale baixar um aplicativo de calendário com o mesmo intuito. Saber como você vai se organizar no próximo ano vai te trazer mais segurança e tranquilidade. Comprei a minha logo no início de novembro de tão ansiosa! Escolhi uma no estilo semanal, para que eu possa ter a perspectiva da semana inteira e não só de um determinado dia. Também escolhi uma com bastante espaço para anotações aleatórias.

e770abab399e4945070bf0ef4e08e0a4

3. Começar um hábito novo

Ao invés de esperar a virada do ano para mudar hábitos alimentares, começar a fazer exercício ou forrar a cama de manhã, por que não começar agora? Parece papo de livro de autoajuda, mas é uma boa ideia. Eu venho praticando meditação há algumas semanas com a ajuda do aplicativo Calm e estou adorando. Acho que se eu tivesse deixado para o próximo ano ia acabar adiando ainda mais ou desistido. É melhor aproveitar a empolgação de agora, porque ela costuma acabar junto com o ano.

Óleo vegetal x óleo essencial: para que serve cada um?

É muito comum encontrar óleos essenciais e vegetais na composição de cosméticos, principalmente os de marcas naturais e de boa qualidade. São ativos naturais obtidos a partir de diversas partes das plantas e conhecidos por serem multifuncionais. Há uma grande diferença entre esses dois produtos, por isso é importante se informar e conhecer os benefícios de cada um. Incorporá-los no dia a dia é uma ótima forma de começar a ter uma rotina mais natural.

oleos

O óleo vegetal é uma gordura extraída de plantas formada por triglicerídio. Não evaporam nem são solúveis em álcool, e a maioria pode ser ingerida. São obtidos através da prensagem a frio das sementes de plantas oleaginosas, por isso são mais espessos. No geral, funcionam como excelentes hidratantes, servem para a limpeza da pele e do cabelo e também para massagens.

Os óleos vegetais possuem um aroma suave e penetram rapidamente na pele. Raramente causam alergias, podendo ser utilizados por pessoas com pele sensível. Exemplos de óleos vegetais: azeite, óleo de coco e óleo de amêndoas doces.

Já os óleos essenciais são substâncias voláteis e extremamente concentradas. São extraídos de plantas aromáticas por processos de destilação à vapor, pressão da casca no caso dos cítricos ou extração com o uso de solventes. Por isso, são os protagonistas da aromaterapia e podem ativar nosso olfato de diversas maneiras, sendo utilizados puros ou através de velas aromáticas e difusores de ambiente, alterando nosso estado (podem relaxar ou estimular).

Na medicina, podem agir como expectorantes, cicatrizantes e diuréticos. Há também óleos essenciais com propriedades antissépticas, como o de melaleuca e o de lavanda. Deve haver bastante cautela no uso de óleos essenciais: por serem altamente concentrados, podem ser prejudiciais quando passados diretamente na pele. Quando usados no tratamento de doenças, devem ter sempre um acompanhamento profissional. Exemplos de óleos essenciais: melaleuca, lavanda, laranja e alecrim.

veg

img_4499

rosa

O óleo de rosa mosqueta é um dos mais presentes na composição de cosméticos devido às duas propriedades regenerativas e antioxidantes. Ele ajuda a reduzir manchas e cicatrizes, prevenir o envelhecimento precoce e a desidratação. Ele pode ser utilizado em qualquer parte do corpo que necessite das suas utilidades. Uso só quando sinto necessidade, normalmente para atenuar marcas de acne e acelerar a cicatrização. Aplico algumas gotinhas na mão e passo no rosto limpo, antes do hidratante.

img_4683

oleodecoco

Esse é o maior curinga de todos! A lista de benefícios do óleo de coco é infinita: hidrata corpo, rosto e cabelo, limpa a pele, ajuda a melhorar infecções, hidrata cutículas… Isso só falando do uso externo, sem mencionar os benefícios para a saúde ao ser ingerido. Eu gosto de usar o óleo de coco principalmente como demaquilante, inclusive para maquiagem à prova d’água, como hidratante labial e para hidratar o cabelo. Já falei mais sobre o assunto nesse post.

ess

img_4677

mela

O óleo essencial de melaleuca (tea tree) é o grande aliado da pele oleosa. Por isso, gosto de pingar algumas gotinhas na máscara facial de argila verde que faço toda semana, e quando necessário, aplico uma quantidade mínima (pouco mesmo, quase nada) diretamente nos cravos e espinhas. Por ser um excelente antisséptico, esse óleo pode ser diluído e utilizado para tratar ferimentos e inflamações, e até no combate à caspa. Vale a pena pesquisar e conhecer!

img_4675

lav

Para mim, lavanda é sinônimo de relaxamento. Uso o óleo essencial de lavanda principalmente na aromaterapia, colocando algumas gotinhas no meu aromatizador, ou pingando uma gota no meu pulso. O cheiro é delicioso! Assim como 0 de melaleuca, o óleo de lavanda também é indicado no tratamento de acne e pode ser diluído nos cosméticos do seu dia a dia.